Quando começamos a falar da área Profissional todos imediatamente associamos uma área mais mental.

Acreditamos por isso que é algo pouco holístico, pouco “sábio”, pouco “zen” e de imediato associamos logo os termos “Carreira”, “Competição”, “Sucesso” e até “Dinheiro”.

Mas mesmo numa época em que o Desenvolvimento Pessoal atinge novos booms todos os dias, ainda pouco se fala de que para um Profissional ser excelente tem de passar a outro nível de sabedoria, de evolução, de mestria principalmente sobre Si mesmo.

Acho que vais concordar quando eu disser que ter uma Profissão já não nos basta actualmente. 

Hoje em dia também queremos estar apaixonados pelo que fazemos, sermos mais felizes no trabalho, queremos viver vidas profissionais com mais “missão ou propósito” ou até sermos uma “referência” na nossa área de actividade.

Então o que te impede de ter isto tudo? Ou melhor, o que podes fazer para ter muito mais felicidade e realização na tua Vida Profissional?

Tens de te conhecer muito melhor!

Se queres ir mais longe, se queres ser mais feliz a fazer o que tu mais gostas, tu tens de te conhecer muito melhor! Muito, muito melhor!

Não te conheceres bem tem um impacto direto na forma como estás a viver na tua profissão. 

Mas, perguntas tu, porque é assim tão determinante o “Auto-conhecimento” na nossa Vida Profissional?

Dou-te aqui 20 motivos!

  1. Se tu não te conheces, não conheces o que realmente te move, nem o que te apaixona;
  2. Se não sabes o que te apaixona a tua vida profissional pode ficar aquém do que tu mais gostarias;
  3. Se tu não te conheces bem, normalmente isso também significa que não confias muito em ti;
  4. Por isso és muito mais permeável ao que os outros dizem e pensam (de ti e de tudo na vida);
  5. Por consequência vais tomar menos iniciativa (porque te falta a clareza de quem és e para onde queres ir);
  6. Se não te conheces bem não vais usar os teus talentos, nem os teus dons (porque nem os identificas);
  7. Como não te conheces bem és mais frágil na relação com hierarquias superiores, porque é como se tu não reconhecesses o teu valor o suficiente para assumir as posições que precisas;
  8. Não tens tanta clareza para escolher “o que queres” e “o que não queres mais” na tua vida profissional;
  9. És mais vulnerável a colegas e chefias negativas, porque te sentes mais frágil;
  10. Não impões os teus limites, porque os desconheces;
  11. Desempenhas qualquer função, porque não sabes qual a melhor “função” para ti e para as tuas melhores características brilharem;
  12. Consequentemente a tua função pode ter menos expressão (e reconhecimento) porque fazes muito esforço para fazer algo que se calhar não te é tão natural;
  13. Abanas mais facilmente com as críticas (tenham elas razão ou não) porque não tens confiança em quem tu és;
  14. Não defines objetivos claros para a tua vida profissional;
  15. A tua evolução profissional está mais dependente de fatores externos (porque os internos são descurados);
  16. Evoluis menos ao longo da vida porque não sabes para onde queres ir;
  17. Normalmente significa também que te falta um plano ou uma estratégia para a tua vida profissional;
  18. Desenvolves menos a tua criatividade porque te falta motivação;
  19. As tuas decisões não são tão assertivas, porque não estão verdadeiramente alinhadas com o que tu és ou queres (porque desconheces o que isto é);
  20. Os teus objetivos são pouco ousados para ti, porque não consegues ver para além do óbvio, para além do que te fizeram acreditar ser possível para ti.

 

Como eu digo no meu vídeo “Porque é tão importante investirmos tempo no nosso Auto-conhecimento”:

“Felicidade tem muito haver com a forma como estamos a viver a nossa vida”

Mas… e se nós nem sequer fizermos uma ideia de como queremos estar a viver a nossa Vida? E se nós não nos conhecemos bem e, por isso, não estamos a tomar as melhores decisões para o nosso futuro pessoalmente e profissionalmente?

Conclusão:

Sermos o melhor (ou um dos melhores ) na nossa área profissional significa sermos em primeiro lugar o melhor “mestre” de nós mesmos, o melhor “professor” de nós mesmos, o melhor “conhecedor” de nós mesmos!

E aí o sucesso vai vir muito mais naturalmente, porque tu sabes quem És e para onde queres ir. E todas as tuas decisões estão alinhadas com isso.

Mas este é um caminho que começa por um primeiro passo. Qual achas que devia ser o teu? 🙂

 

Sandra RibeiroCoaching e Estratégia Profissional 

 

….. 🙂 …..

* Ganha Clareza sobre ti! Exercício Gratuito: faz o download AQUI!

* Podes assistir a todos os meus Artigos e Vídeos em: O Canal da Sandra

* Acompanha-me diariamente na minha página de Facebook ou Instagram
Sandra Ribeiro

Autor(a) Sandra Ribeiro

Life, Business & Marketing Coach

Mais artigos de Sandra Ribeiro

Deixar um Comentário