Acabei de sair de uma sessão inspiradora e tinha de te escrever! 

Os motivos pelos quais as pessoas me procuram são variados, mas praticamente todas têm algo sempre em comum: uma insatisfação na vida profissional.

A insatisfação pode ser de vários tipos e ter origens muito variadas. Ao longo destes anos têm chegado até mim pessoas que:

» escolheram uma área de trabalho e que passados uns anos já não as realizam;

» têm ainda muito pouca clareza sobre o que deviam estar a fazer profissionalmente;

» ou porque sempre quiseram ousar criar o seu próprio trabalho/ seu próprio projecto mas não sabem como o fazer ou por onde começar;

» ou que já têm um Projecto mas não conseguem viver bem dele;

 

Mas a questão é que dentro destes desafios vinham outro tipo de  obstáculos associados:

» as pessoas não terem confiança em si para o fazerem,

» não pensarem grande o suficiente para si,

» ou até não acreditarem que para elas, em concreto, era possível atingir um nível de satisfação muito mais ousado na sua vida profissional.

Para irmos de “pessoas comuns” a nos tornarmos “empreendedores” são precisas, segundo a minha experiência, algumas fases que temos de passar. Mas o que tenho constatado é que como a maioria das pessoas não inicia essas etapas, não consegue chegar a nenhum lado e passa a estabelecer a crença que é difícil, que é muito complicado e que para elas, em particular, é impossível de atingir. E isto só porque “não tentaram”!

O meu maior orgulho como profissional é trabalhar com pessoas e testemunhar (vezes sem conta) pessoas absolutamente comuns – como tu e eu – a transformarem-se em pessoas com percursos inspiradores, a criarem os seus projectos, os seus negócios, a ganharem prémios nas suas actividades, a terem cada vez mais posicionamento e notoriedade nas suas áreas no nosso mercado.

Vieram pessoas incrédulas sobre os seu futuro e potencial. Saem empreendedoras, activas, criativas e até visionárias.

Mas até aqui parece tudo mágico e bonito.

Sim é bonito e bastante mágico, mas desengane-se quem achar que é uma espécie de varinha mágica que accionando vai mudar a vida das pessoas. Não!

Na prática, o que acontece é que as pessoas vão trabalhando no que querem, vão sendo testadas e vão enfrentando os seus testes e quando olham para trás é que se apercebem que se tornaram  pessoas diferentes, com percursos criados por elas e com novas ferramentas aprendidas que agora estão disponíveis bem dentro de si, tanto ao nível do mindset, como na forma de agir, como até de pensamento estratégico.

Quero que saibas que para te tornares empreendedora ou empreendedor vais ter de mudar a forma como pensas em primeiro lugar:

» “Pensava pequenino e agora penso com mais visão sobre a minha vida,  carreira e futuro”

»  “Alimentava constantemente os meus medos e as minhas limitações, agora trabalho no meu potencial e talentos”

» “Antes não acreditava em mim e por isso não agia. Agora acredito que vou conseguir. Aliás já estou a conseguir!”

O Coaching tem muitas características, ferramentas disponíveis, pressupostos e formas de atuar que conseguem fazer um dos melhores  “trabalhos de equipa” que conheço. É um trabalho que apoia as pessoas nos seus objectivos e sonhos, mas também trabalha para elevar o potencial que a pessoa tem disponível dentro de si. E o resultado é, em grande parte dos casos, incrível!

Terminei há pouco mais uma sessão de alguém que chegou até mim e me disse que o que mais queria era “ter clareza do que queria fazer com a sua vida profissional e ter a confiança para liderar o meu próprio caminho”. Hoje tem um Projecto inspirador, vários seguidores, está quase a inaugurar o seu primeiro espaço formal no aniversário do 1º ano de actividade.

É uma pessoa normal – como tu e eu – e é também uma empreendedora portuguesa, jovem, a garantir por si mesma os seus resultados e futuro.

E perguntas-me: “Mas Sandra, como é possível mudarmos assim de vida?

Eu respondo: “Um primeiro passo. Um pequeno primeiro passo que signifique para ti: eu estou a trabalhar em mim e no meu futuro!

E para ti, qual é esse primeiro passo que tens de dar?

Eu sei que estás a um passo de mudar tudo tal como conheceste até aqui, e dares esse passo vai mudar a pessoa que tu és para todo o sempre. Bem pelo menos foi o que me aconteceu a mim há uns anos e a partir daí trabalho com pessoas todos os dias que estão a fazer o mesmo pela vida delas, inspirando com o seu exemplo todas as pessoas à sua volta: amigos, família, conhecidos e seguidores dos seus trabalhos.

Por isso bem hajas quando acreditas que podes fazer mais, melhor e evoluir na tua vida, porque realmente o podes e esse “poder” é só teu! Por isso está na hora de fazeres uso dele, não achas? 🙂

Sandra Ribeiro

#CoachingeEstratégiaParaATuaVida

…..

* Podes assistir a todos os meus Artigos e Vídeos em: O Canal da Sandra

* Acompanha-me diariamente na minha página de FacebookProfissional, Facebook Pessoal ou Instagram
 
Sandra Ribeiro

Autor(a) Sandra Ribeiro

Life, Business & Marketing Coach

Mais artigos de Sandra Ribeiro

Junta-te ao debate 2 Comentários

  • Avatar Carla S Carvalho diz:

    Boa tarde Sandra.

    Curioso como o Universo funciona.
    Hoje, aliás durante a noite, vagueava em pensamentos para tentar encontrar forma de perceber como posso (re)começar a minha vida profissional numa àrea que nada tem haver com as quais trabalhei até agora.
    Lembrei-me de si. Já a sigo há algum tempo na redes sociais.
    Lembrei-me de a questionar (de uma forma geral) como podemos, ou quais as melhores estratégias para ingressar numa àrea – e arriscar – diferente da qual estivemos até então. Uma das minhas opções passa precisamente pelo empreendedorismo. E, curiosamente (ou talvez não), recebi este email seu! Num dia – que acredito todos os empreendedores deverão sentir – menos fácil, de perceber se vai dar certo ou não. E como fazer dar certo.

    Grata pela inspiração,
    Carla S Carvalho

    • Obrigada Carla por me escrever. Adoro quando escrevo algo e sinto que de alguma forma interagi de forma prática nas reflexões e decisões das pessoas de forma (espero) positiva e útil! Se ajudar quero-lhe dizer que há uns anos eu estava justamente nessa fase: tinha trabalhado anos numa área, mas queria mudar para outra completamente diferente… POR ISSO: o meu testemunho real é que é possível! A 2ª BOA NOTÍCIA é que entretanto também já acompanhei imensas pessoas que fizeram isso mesmo! 🙂 A minha experiência diz-me que o mais importante é o mindset: o que pensa sobre essa nova caminhada, o que acredita sobre esse novo futuro e depois o que faz nesse sentido. 😉 FORÇA para a sua Caminhada e obrigada por estar desse lado! 🙂 bjinhs

Deixar um Comentário